Fotografia

Mas na fotografia surge algo de estranho e de novo (…) preserva-se algo que não se reduz ao gênio artístico do fotografo (…), algo que não pode ser silenciado, que reclama com insistência o nome daquela que viveu ali, que também na foto é real, e que não quer extinguir-se na ‘arte’.”.

Walter Benjamin 

Por meio da epígrafe constatamos a especificidade da fotografia. Considerando essa especificidade a Casa das Áfricas destina esse espaço para tratar acerca da produção, da criação, da divulgação, da circulação e da recepção da fotografia, que tenha como tema a africanidade. Diante deste desafio, entendemos que há necessidade de uma atitude de aproximação, de aposta na ação e na reflexão conjunta.

Nesta aposta, acreditamos que é possível construir conhecimento na troca, na relação, no respeito à experiência e na criatividade de outrem, visto que, podem nos indicar caminhos e soluções muitas vezes por nós despercebidos. Também é certo que os sujeitos envolvidos neste processo serão enriquecidos a partir das reflexões e se apropriarão de conhecimento imagético.

Compreendemos que por meio dos ensaios fotográficos e dos posts de discussões é possível refletir acerca de diferentes cosmovisões, bem como, é possível, por meio das várias técnicas, apreender como diversos olhares se constroem. Como afirmou Benjamin: “depois de mergulharmos suficientemente fundo em imagens assim, percebemos que também aqui os extremos se tocam: a técnica mais exata pode dar às suas criações um valor mágico.”.

Compreender a fotografia como um ponto de partida para questionamentos, para estabelecer conexões entre o velho e o novo culminando em análises críticas, potencializa este meio, tornando-o propulsor de produção de conhecimento.

Concebemos que as exposições dos ensaios fotográficos é parte integrante de um processo, neste sentido, salientamos novamente a prioridade da interação com o público por meio dos posts, visto que, consideramos possível construir por meio desses, ações educativas, pois compreendemos que sem esta concepção as exposições se esgotam em si mesmas.